19.1 C
Limeira
26/01/2022

Proesa “dribla” pandemia e cria playlist de videoaulas

Must read

O Programa de Esportes Adaptados da Secretaria de Esporte e Lazer de Limeira, o Proesa, inovou para seguir com as atividades ao longo do ano passado, apesar das restrições impostas pelo coronavírus. Nesta semana, o Proesa estreita ainda mais o vínculo com os 135 alunos atendidos, a partir do lançamento de uma playlist de videoaulas. Os vídeos ficarão no canal que a prefeitura mantém no Youtube.

Responsável pela pasta de Esporte, Luiz Augusto Zanon destaca a importância de fortalecer o Proesa nesse momento de distanciamento social. “Foi uma ótima iniciativa, estamos sempre apoiando esse programa e pretendemos ampliá-lo ainda mais”, disse.

“A implantação do Proesa em nossa primeira gestão foi em 2017, conforme estava previsto no nosso plano de governo. Desde então, o projeto contempla o seu maior objetivo, que é o processo de inclusão por meio do esporte”, afirmou o prefeito Mario Botion. “O trabalho desenvolvido agora com a pandemia mais uma vez é exemplar”, complementou.

O primeiro vídeo já está na plataforma e nos próximos dias, a playlist ganhará novas produções. “São atividades simples, que podem ser feitas pelos alunos em casa”, esclarece a assessora de Departamento de Esporte e Lazer para Pessoas com Deficiência (PCD), Ângeli Polatto Boaventura. A ideia, segundo ela, é facilitar o acesso ao conteúdo e, ao mesmo tempo, permitir a gravação de vídeos mais longos.

O Proesa dispõe de sete professores e oferece atividades em diversas modalidades, como ciclismo, ginástica rítmica, Ginástica Para Todos (GPT), natação, hidroginástica, futsal, vôlei sentado e goalball. Até o início do ano passado, as aulas ocorriam em cinco locais: Parque Cidade, Centro do Idoso, Praça Dona Irene Bortolan (Jd. Piratininga), Praça de Esporte da Vila Piza e Ginásio de Esporte do Jd. Santo André. Porém, Ângeli ressalta que a pandemia impôs uma nova rotina a professores e alunos.

Para dar continuidade ao programa, as aulas passaram a ser on-line. “Nosso objetivo era manter o contato com nosso público, por meio de vídeos enviados pelo Whatsapp ou por videochamadas”, comenta. “Os vídeos precisavam ser curtos, pois algumas pessoas tinham dificuldade de baixar o conteúdo pelo celular”, observa. Nesse contexto, conforme Ângeli, a equipe decidiu procurar uma nova plataforma digital para transmitir o material produzido, no caso, o Youtube.

Uma das alunas do Proesa é Caroline Oliveira Gachet, de 23 anos, que nasceu com síndrome de Down. No ano passado, ela ingressou na modalidade de ginástica rítmica, mas apenas um mês depois, a quarentena interrompeu as atividades presenciais. É o que conta a mãe da aluna, Bernadete Oliveira, de 49 anos. “Ela estava gostando e sempre aguardava com expectativa o dia da aula”, diz Bernadete.

Contudo, o distanciamento não impediu a permanência da aluna no programa. Segundo Bernadete, a filha assiste, pelo celular, a todas as atividades propostas. “Minha filha mudou muito depois que ingressou no Proesa, ela está mais comunicativa e tem oportunidade de se relacionar com outros jovens”, diz. “As professoras são ótimas, prestativas e tiram todas as nossas dúvidas pelas videochamadas”, completa.

Serviço:

Para acessar os vídeos do Proesa, basta entrar no canal da prefeitura no Youtube (www.youtube.com/PrefLimeira). Em seguida, é necessário entrar na aba “Playlists” e clicar sobre o conteúdo do Proesa.

Publicidade

More articles

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Publicidade

Mais recente...