25.8 C
Limeira
26/01/2022

Harmonização facial: especialista esclarece as principais dúvidas sobre o procedimento

Must read

Nunca se falou tanto em rejuvenescimento e em como usar técnicas minimamente invasivas a favor da beleza e do bem-estar do que mencionamos agora. De acordo com dados do Google Trends, somente em 2020 a busca pelo termo “harmonização facial” teve um aumento de 540%. O Instituto Resende Barros Odontologia e Harmonização já atua com esses procedimentos há mais de seis anos e quem está à frente da clínica é a Dr. Simone Resende, especialista em Ortodontia e Harmonização Orofacial.

Mas, assim como as crescentes buscas por mudanças estéticas, é preciso aumentar também a atenção e responsabilidade no momento de escolher qual profissional fará o procedimento. A harmonização facial é indicada para homens e mulheres que desejam melhorar a aparência do rosto e consiste na realização de um conjunto de diferentes procedimentos estéticos. “Antes de decidir fazer o procedimento, deve-se avaliar as credenciais do profissional para evitar tratamentos feitos com indicação e técnicas erradas”, comenta Simone Resende.

Os procedimentos de harmonização podem dar um novo contorno ao rosto, diminuir papada, definir mandíbula, queixo, sulcos faciais, nariz e também cuidar da parte funcional, como bruxismo cefaléias, paralisia facial, carga imediata de implantes, hiperatividade muscular, exposição acentuada de gengiva e sorriso. É preciso analisar o biotipo de cada paciente de forma individual através de uma avaliação criteriosa de saúde, e perfil de cada paciente “Qualquer procedimento na face existe riscos técnicos cirúrgicos e relacionados a saúde do paciente como obstruções de fluxo sanguíneo local, necrose com morte tecidual, deformações dos rostos, todos os problemas e intercorrências devem ser avaliados e resolvidos pelo profissional habilitado responsável, com conhecimento científico técnico e habilidade”, explica.

O paciente deve ter conhecimento de seu histórico médico e informá lo ao profissional, devem ser observados, ainda, doenças pré existentes como diabetes, doenças auto imunes câncer, lúpus, esclerotomia, rosácea, lesões cutâneas, alergias, vacinas anti tetânicas, medicamentos controlados, alergias a lactose e problemas dentários devem ser tratados para que não haja risco de infecções sistêmicas. “Apesar de existirem contra indicações, o procedimento de harmonização se feito com responsabilidade pelo profissional habilitado é seguro e pode mudar vidas”, argumenta.

O Instituto Resende Barros Odontologia e Harmonização oferece diversos tratamentos odontológicos além da harmonização orofacial com eficiência, qualidade e conhecimento, além  de atender todas as classes sociais, fica na Zona Oeste da Grande São Paulo.

Instagram:https://www.instagram.com/dra.simoneresende/

Publicidade

More articles

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Publicidade

Mais recente...