25.8 C
Limeira
26/01/2022

Projeto busca atendimento preferencial a portadores de fibromialgia no Estado de SP

Must read

Nesta quarta-feira (12/5), é celebrado, por meio de lei, o Dia Estadual de Conscientização da Fibromialgia. Na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, um projeto de lei busca tornar obrigatório o atendimento preferencial aos portadores de fibromialgia nos órgãos públicos e nas empresas públicas e privadas.

De autoria dos deputados Thiago Auricchio (PL) e Rodrigo Moraes (DEM), a proposta está em tramitação na Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana, da Cidadania, da Participação e das Questões Sociais da Alesp.

A doença, ainda sem cura, é caracterizada como uma enfermidade que causa dores no corpo, principalmente na musculatura. O paciente pode ter incômodos em diversos pontos, além de fadiga, distúrbios do sono e ansiedade. Formigamento nas mãos e pés também é um dos sintomas. Além disso, os desconfortos podem surgir sem motivo aparente, ou serem uma reação exagerada sobre algum acontecimento.

O diagnóstico é essencialmente clínico a partir do relato e do histórico do paciente. Para auxiliar no tratamento e trazer melhor qualidade de vida às pessoas que sofrem com a situação, ações em torno da prática de atividades físicas e uma boa alimentação podem ajudar. Vale ressaltar ainda que os cuidados do paciente consigo mesmo são mais importantes do que as medicações, embora estas também tenham seu papel.

De acordo com dados divulgados pela Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), a fibromialgia é bastante comum, afetando 2,5% da população mundial. Geralmente atinge mais mulheres do que homens e está mais presente entre a faixa etária dos 30 a 50 anos de idade.

A médica Kathleen Daniotti afirmou que o paciente precisa procurar atendimento, caso tenha dores sem controle ou motivação aparente. “O nosso objetivo é conseguir mostrar ao paciente que mesmo sendo uma doença incurável, a pessoa pode levar uma vida normal. Nesse sentido, é fundamental que os indivíduos com os sintomas procurem por uma ajuda médica”, disse.

Lei 15.461/2014, que instituiu o Dia Estadual de Conscientização da Fibromialgia, é de autoria do ex-deputado Marcos Martins. A medida tem por objetivo debater assuntos relacionados ao tema, promovendo a troca de experiências e informações entre profissionais, pacientes e a sociedade em geral. Além disso, o texto visa abrir espaço para os especialistas ligados à área da saúde apresentarem novos estudos e pesquisas sobre a fibromialgia.

Publicidade

More articles

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Publicidade

Mais recente...